quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Agricultor do Oeste de SC colhe abóbora de 214 quilos


Um agricultor de Irani, no Oeste de Santa Catarina, colheu uma abóbora de 214 quilos. A hortaliça de quase 1 metro de diâmetro tem gerado curiosidade da cidade. "Os agricultores ficaram tudo em volta olhando. Ela ficou famosa", conta o agricultor Arno Lohmann, de 51 anos.
A abóbora gigante foi colhida no domingo (1º) na localidade de Lageado Casa Grande, em Irani. Ele pesou a hortaliça em casa, em uma balança de chão. "Colhi porque o pé já estava morto, estava seco", explica Arno. "Um moço disse que importou abóbora dos Estados Unidos, plantou e depois andou distribuindo as sementes. Plantei três, mas nasceu só uma e daquele pé nasceu uma abóbora. As outras menores murchavam e caiam", detalha.
Segundo ele, a semente foi plantada há cinco meses e exigiu cuidados especiais. "Tem que adubar melhor, caprichando cada semana um pouquinho. Conforme vai crescendo, vai adubando, não pode colocar demais. Quem planta abóbora nem aduba", detalha. Além do adubo, nitrato e ureia foram utilizados para deixar a planta forte.
Arno também cultiva tomate, fumo e milho. "A gente mexe na roça, um pouco com fruta. Já colhi um tomate com 1, 3 quilos, há 2 anos. Eu e minha mulher trabalhamos". Há cerca de 6 anos ele colheu uma outra abóbora, esta de 61 quilos e chegou a vencer um concurso em Pinhalzinho. "Mas depois o moço [que importou abóbora dos Estados Unidos] passou a vencer", ri.

"Quero uma abóbora maior", diz
"Vamos dar um jeito de consumir, dar para os vizinhos, para os animais, fazer um docinho. Acho que até 30 dias ela pode aguentar. Se eu ver que ela quer começar a estragar eu corto. Vou ficar com até 10 sementes, é suficiente. Se plantar demais não vou caprichar em nada. Quero caprichar mais na adubação para fazer uma abóbora maior", planeja o agricultor.

Fonte G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COLOQUE SEU NOME NO COMENTÁRIO PARA QUE ELE SEJA ACEITO. Antes de ser publicado, seu comentário será lido pela administração do nosso portal para que possamos assegurar que não exista nenhum tipo de palavreado chulo, de baixo calão, denúncia sem prova, críticas desnecessárias ou quaisquer tipo de difamação ou calúnia. Caso seu comentário venha contribuir para a formação de opinião dos nossos leitores, ele será aceito e postado na íntegra.