segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Vice presidente do IPEM-RJ se reuni com secretário de transporte do Rio de Janeiro

Júlio Bernardes com o secretário de transporte do município do Rio de Janeiro, Rafael Picciani
Nossa equipe se deslocou até o IPEM-RJ para conhecer toda a estrutura, na qual o sulparaibano, Júlio Bernardes (Canelinha), alcançou a vice presidência da autarquia e pôde conhecer de perto toda a logística de diversos setores, logística administrativa, frota de veículos, que facilita não só o transporte das autoridades e funcionários, sendo também utilizadas para as incursões nas indústrias, empresas, comércio, entre outros.
Na sexta-feira dia 16 de Janeiro o vice presidente do IPEM RJ ( Institudo de Pesos e Medidas) órgão delegado do Inmetro. Se reuniu com o novo secretario de transportes do município do Rio, Rafael Picciani. Na reunião ficou decidido que  apartir de Fevereiro iniciam a fiscalização e regulamentação dos táxis da cidade do Rio de Janeiro.

Serão mais de 33 mil táxis fiscalizados e devidamente regulamentados, com a autorização para rodagem e com o novo selo do Inmetro após a aferição e correção nos taxímetros.
Além disso a força tarefa conta com apoio do Detran para avaliação dos documentos dos veículos.
A esquerda o presidente do IPEM-RJ Marcus Wilson junto com Canelinha

A intenção é seguir com essas regulamentações por todo o estado e apoiar os taxistas, mas com foco sempre voltado para a defesa do consumidor, dando apoios necessários, mas também se preciso coibindo todo o tipo de irregularidade no transporte de táxi. Ressaltou o vice presidente do IPEM Júlio Bernardes (Canelinha)
.

Visite a galeria de fotos clicando em "Mais informações".











Nenhum comentário:

Postar um comentário

COLOQUE SEU NOME NO COMENTÁRIO PARA QUE ELE SEJA ACEITO. Antes de ser publicado, seu comentário será lido pela administração do nosso portal para que possamos assegurar que não exista nenhum tipo de palavreado chulo, de baixo calão, denúncia sem prova, críticas desnecessárias ou quaisquer tipo de difamação ou calúnia. Caso seu comentário venha contribuir para a formação de opinião dos nossos leitores, ele será aceito e postado na íntegra.