sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Programa da FIA forma 503 jovens para o mercado de trabalho


Mais de mil adolescentes já conseguiram estágio laborativo e recebem acompanhamento do órgão

Quinhentos e três jovens integrantes do Programa Trabalho Protegido na Adolescência (PTPA), desenvolvido pela FIA (Fundação para Infância e Adolescência), se formaram nesta quarta-feira (6/8), em cerimônia realizada no Teatro João Caetano, no centro do Rio.

Os formandos compõem a turma do primeiro semestre de 2014 do programa, que proporciona a adolescentes de 15 a 18 anos uma complementação da educação formal para uma futura inserção no mercado de trabalho. O treinamento tem duração de quatro meses e oferece aulas de informática, reforço em matemática e português, além de noções de administração e de ética e cidadania. O programa é oferecido em sete unidades da FIA: Ipanema, Maracanã, Santa Cruz, Padre Miguel, Cidade de Deus, Nova Iguaçu e Barreto, em Niterói.

Após a conclusão do curso de capacitação, o adolescente é encaminhado a uma das 40 empresas públicas e privadas conveniadas para um estágio remunerado.  A oportunidade é garantida até os 18 anos, quando os jovens têm a chance de serem efetivados. Atualmente, 1.050 adolescentes estão em estágio laborativo e recebem acompanhamento da FIA, órgão vinculado à Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos.


- O objetivo do programa é oferecer oportunidades para jovens de áreas carentes, agregando conhecimento e ajudando a inseri-los no mercado de trabalho. A ideia é incentivar o adolescente a estudar cada vez mais, para que se torne um profissional qualificado e conquiste seu espaço no mercado - disse o secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, João Carlos Mariano Santana Costa, após a solenidade.

A primeira-dama e presidente de honra do RIOSOLIDARIO, Maria Lúcia Horta Jardim, que também participou da cerimônia, destacou que todos os formandos já estão encaminhados para estágios. 

- Fico muito feliz em ver que 503 adolescentes concluíram sua primeira qualificação e já foram encaminhados para o mercado de trabalho. É um programa importante, porque gera a primeira oportunidade profissional para os jovens - afirmou Maria Lúcia.


Em discurso durante a solenidade de formatura, o presidente da FIA, Clóvis de Oliveira Paradela, incentivou os jovens a buscar as conquistas desejadas.

- É preciso que os jovens aproveitem as boas oportunidades e se preparem para o mercado de trabalho, que transforma a vida das pessoas. É necessário persistir nos sonhos, e o treinamento do FIA é só o primeiro passo para uma jornada rumo ao sucesso profissional -  disse o presidente.

Jovens conquistam o primeiro estágio

A formanda Tatiane Rondon, de 16 anos, é aluna da unidade de Padre Miguel. Para ela, o treinamento enfatizou a importância de se manter sempre atualizada.


- Vi que é preciso estar atualizada para disputar uma vaga no mercado de trabalho, que é muito competitivo. Isso faz toda a diferença. Estou ansiosa para começar logo a estagiar - disse a adolescente, que foi encaminhada para atuar na Secretaria de Fazenda e deseja seguir carreira na área administrativa.

Já Natã Gonçalves da Silva, de 16 anos, se prepara para estagiar no Ministério da Fazenda. O jovem, que fez o treinamento na FIA da Cidade de Deus, afirmou que os professores do curso estimulam os alunos a persistir nos estudos.

- Minha mãe me inscreveu no curso e adorei a experiência. Os professores transmitem experiências de trabalho e nos estimulam a continuar nos aperfeiçoando. Pretendo investir a bolsa do estágio em meus estudos - afirmou Natã.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

COLOQUE SEU NOME NO COMENTÁRIO PARA QUE ELE SEJA ACEITO. Antes de ser publicado, seu comentário será lido pela administração do nosso portal para que possamos assegurar que não exista nenhum tipo de palavreado chulo, de baixo calão, denúncia sem prova, críticas desnecessárias ou quaisquer tipo de difamação ou calúnia. Caso seu comentário venha contribuir para a formação de opinião dos nossos leitores, ele será aceito e postado na íntegra.