terça-feira, 29 de julho de 2014

Jeito Moleque foi sucesso na Expo 2014


Nosso portal esteve presente no dia do show do grupo Jeito Moleque, realizado na sexta-feira de Exposição. Iremos contar agora um pouquinho da trajetória desse renomado grupo de pagode.

Foi nas rodas de samba, após as partidas de futebol no Clube Espéria, na Zona Norte de São Paulo, que um grupo de amigos de infância decidiu unir o gosto pelo ritmo e formar, em 1998, o que é hoje um dos grupos mais bem-sucedidos do Brasil. O grupo Jeito Moleque, composto por Bruno Diegues (voz), Carlinhos (cavaquinho e vocal), Felipe (violões, banjo e vocal), Rafa (percussão e vocal) e Alemão (percussão), inovou e renovou o samba paulista ao misturar a música pop ao estilo tradicional.
O sucesso das apresentações nas festas de amigos e familiares logo levou o Jeito Moleque a se estruturar de maneira mais profissional. Em 1999, as casas noturnas paulistanas em que se apresentavam, lotavam de universitários à procura de diversão e boa música.

Incentivados pelo produtor Arnaldo Saccomani, a banda gravou, em 2003, seu primeiro disco intitulado “Eu Nunca Amei Assim”. No repertório, as regravações de sucessos de Leoni, Fundo de Quintal e Jovelina Pérola Negra já mostravam o ecletismo da banda. Com o aumento do número de shows, de público e com as músicas entre as mais executadas do Brasil, eles assinaram com uma grande gravadora e lançaram, em 2005, o CD/DVD ao vivo “Me Faz Feliz”.
Preocupados em utilizarem sua imagem e a identificação que têm com o público jovem para algo que pudesse ser um diferencial além da música, eles decidiram seguir o exemplo de bandas de renome no cenário internacional e passaram, orientados pela empresa OAK Educação e Meio Ambiente na qual o vocalista Bruno Diegues trabalhou antes da fama, a se dedicar a um projeto ambiental. A iniciativa partiu da empresa que, em 2006, convidou o Jeito Moleque para realizar um show de caráter ambiental.


Redação | Paraíba do Sul AGORA



























































Nenhum comentário:

Postar um comentário

COLOQUE SEU NOME NO COMENTÁRIO PARA QUE ELE SEJA ACEITO. Antes de ser publicado, seu comentário será lido pela administração do nosso portal para que possamos assegurar que não exista nenhum tipo de palavreado chulo, de baixo calão, denúncia sem prova, críticas desnecessárias ou quaisquer tipo de difamação ou calúnia. Caso seu comentário venha contribuir para a formação de opinião dos nossos leitores, ele será aceito e postado na íntegra.