terça-feira, 24 de junho de 2014

Prefeitura não oferece infraestrutura para Festa da Fogueira, no Inema


Frustração. Essa é a palavra que transmite melhor a sensação que os moradores e devotos de São João estão sentindo com a prefeitura de Paraíba do Sul. Desde 1994 não se via um descaso tão grande das autoridades com um dos eventos culturais mais tradicionais da cidade, responsável por atrair turistas de vários lugares do país. A prefeitura abandonou a essência histórica, artística e os principais elementos folclóricos que o município possui.

            Nesta segunda-feira (23) aconteceu a festa de São João, que tradicionalmente conta com a passagem de fiéis com os pés descalços sobre as brasas incandescentes.  Segundo a tradição, quem tem fé no santo não se queima. Dezenas de devotos atravessam um longo percurso da brasa em oração.

            Em 2014, o atual governo não disponibilizou telão, arquibancada, queima de fogos, não contribuiu efetivamente na divulgação do evento e não garantiu uma infraestrutura para que a festa fosse um tremendo sucesso, como sempre foi. A revolta da população, em especial dos moradores do Inema, é enorme. “Este ano não teve lugar pra sentar, foi um tumulto pra conseguirmos ver o pessoal passando na brasa. Ficou muito ruim a infraestrutura.” – disse Dona Maria Cristina, de 68 anos.



Redação | Paraíba do Sul AGORA
MAIS FOTOS MAIS INFORMAÇÕES













































Um comentário:

  1. Esse tipo de atitude não tem nada haver com modelo de governo. Tem haver com descaso às tradições e a cultura popular. Aliás, a falta de respeito com o público vem sendo a marca desse governo. É como aconteceu naquele fatídico 7 de setembro de 2013, quando simplesmente o comandante da festividade não compareceu, deixando milhares de crianças da rede escolar, professores e a população esperando por ele e até hoje não teve a decência de explicar ao povo, por que faltou à comemoração cívica mais importante do país.
    Infelizmente não dá pra esperar muito mais do que isso do nosso comandante, até porque ele não está comandando nada. As obras ficam inacabadas pela metade, cadê o secretário de obras? As empresas estão fechando aqui, cade o secretário de Indústria e Comércio? Você sabia que não tem secretário nessa pasta há mais de 6 meses? Fechou a fábrica de fogões em Barão de Angra, a Utsch Brasil foi embora para Três Rios, a indústria de luvas Targa também está fechando e cadê o comandante, o que estão fazendo? Nada. Cadê as grandes empresas que já tinham assinado com Paraíba do Sul, a MRS, sempre nos pronunciamentos do exmo. prefeito na rádio oficial da cidade, ele não fala mais nesse assunto.
    A cidade anda tão sem comando que não nasce aqui nesse território, hà mais de 30 dias um sulparaibano, por conta das condições de abandono em que se encontra o nosso hospital. A saúde, Nossa Senhora da Piedade que nos ampare! Vá em qualquer PSF, não tem medicamento, não tem material para colher exame, faltam toalhas de papel, faltam agulhas, falta gaze ... está sem comando?
    Só Festas!
    Sabe nada, INOCENTE!

    ResponderExcluir

COLOQUE SEU NOME NO COMENTÁRIO PARA QUE ELE SEJA ACEITO. Antes de ser publicado, seu comentário será lido pela administração do nosso portal para que possamos assegurar que não exista nenhum tipo de palavreado chulo, de baixo calão, denúncia sem prova, críticas desnecessárias ou quaisquer tipo de difamação ou calúnia. Caso seu comentário venha contribuir para a formação de opinião dos nossos leitores, ele será aceito e postado na íntegra.