segunda-feira, 2 de junho de 2014

Pezão participa de inauguração de Maria Fumaça em Vassouras


De 1914 até 1970 ela era o ponto de partida ou de chegada dos barões do café ou de moradores que vinham ou voltavam do Rio, onde o embarque e desembarque eram feitos na gare da Leopoldina, na Avenida Francisco Bicalho. Três dias de festa — que começou nesta sexta-feira e vai até domingo — vão marcar o centenário da estação de trem de Vassouras, inaugurada em 30 de março de 1914 pelo Marechal Hermes da Fonseca, então presidente do Brasil.

A comemoração também festejará a inauguração do Memorial do Trem, que vai resgatar a memória da ferrovia, e do Centro de Visitantes de Vassouras, cidade que recebe cerca de três mil turistas por mês, na baixa temporada, para visitar o Centro Histórico e as fazendas centenárias. O governador Luiz Fernando Pezão visita neste sábado o memorial.

Durante 56 anos, o trem foi o principal meio de transporte entre o Centro-Sul do estado e a capital. Com o fim da ferrovia, a Estação de Vassouras, no Centro Histórico da cidade, ficou abandonada até ser comprada pela Fundação Educacional Severino Sombra, que doou espaços para o memorial e para o centro de visitantes. O pequeno museu exibirá peças dos trens, calculadoras, carimbos e equipamentos usados pelos ferroviários, além de fotografias antigas.

— Pessoas que viveram aquela época se emocionaram ao entrar no memorial antes da abertura. Voltaram às suas casas e trouxeram fotos e e peças para o museu, que está resgatando uma história apagada há 44 anos, desde que o último trem chegou à estação — disse a coordenadora de Turismo de Vassouras, Vivian May.

Para marcar a data, uma maria fumaça, emprestada pelo Hotel Fazenda Ribeirão, ficará ao lado da estação até domingo. A secretária de Turismo de Vassouras, Fernanda Cunha, disse que o evento é o primeiro passo para o movimento para a criação do Trem Turístico de Vassouras, que poderá percorrer distritos onde ainda existem antigas estações.

— O memorial resgata parte da história de Vassouras e do Centro-Sul fluminense e está despertando a curiosidade das pessoas sobre a época do Vale do Café. Vamos iniciar um estudo de viabilidade para a criação do trem turístico, um antigo sonho da cidade.

De Paraíba do Sul, estiveram presentes o vereador Canela e o ex-prefeito João Vicente. O único veículo de comunicação de nossa cidade que esteve presente foi o nosso portal.

MAIS FOTOS MAIS INFORMAÇÕES





























































Nenhum comentário:

Postar um comentário

COLOQUE SEU NOME NO COMENTÁRIO PARA QUE ELE SEJA ACEITO. Antes de ser publicado, seu comentário será lido pela administração do nosso portal para que possamos assegurar que não exista nenhum tipo de palavreado chulo, de baixo calão, denúncia sem prova, críticas desnecessárias ou quaisquer tipo de difamação ou calúnia. Caso seu comentário venha contribuir para a formação de opinião dos nossos leitores, ele será aceito e postado na íntegra.