segunda-feira, 30 de junho de 2014

Após denúncia do nosso portal, prefeitura entrega veículo ao Conselho Tutelar

No dia 02 de Junho nosso portal denunciou a prefeitura por uma lentidão na entrega de um carro doado pelo governo federal ao Conselho Tutelar de Paraíba do Sul. Divulgamos fotos do veículo trancafiado na antiga Fábrica de Manilhas, que atualmente é a sede da Secretaria Municipal de Obras e posto de abastecimento de todos os veículos oficiais do município.
            Passados 25 dias de nossa denúncia, o prefeito Marcinho realizou a entrega do carro. Segundo reportagem divulgada pela SECOM, o veículo foi doado graças a uma emenda parlamentar da deputada federal Andréia Zito, do PSDB.  O Conselho Tutelar recebeu também cinco computadores, um bebedouro, um refrigerador e uma impressora.
            Uma singela solenidade foi realizada no prédio do Conselho Tutelar, localizada numa sala anexa a Câmara Municipal, e contou com a presença do prefeito Marcinho (SDD), da deputada Andréia Zito (PSDB), da vice-prefeita Mariangela (PSDB), do vereador Marcinho de Werneck (PROS), do secretário de direitos humanos Jorge Cássio e da presidente do Conselho Tutelar Rosimere.

           
O Conselho Tutelar é composto por cinco membros, eleitos pela comunidade para acompanharem as crianças e adolescentes e decidirem em conjunto sobre qual medida de proteção para cada caso. Devido ao seu trabalho de fiscalização a todos os entes de proteção (Estado, comunidade e família), o Conselho goza de autonomia funcional, não tendo nenhuma relação de subordinação com qualquer outro órgão do Estado. São pessoas que têm o papel de porta-voz das suas respectivas comunidades, atuando junto a órgãos e entidades para assegurar os direitos das crianças e adolescentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COLOQUE SEU NOME NO COMENTÁRIO PARA QUE ELE SEJA ACEITO. Antes de ser publicado, seu comentário será lido pela administração do nosso portal para que possamos assegurar que não exista nenhum tipo de palavreado chulo, de baixo calão, denúncia sem prova, críticas desnecessárias ou quaisquer tipo de difamação ou calúnia. Caso seu comentário venha contribuir para a formação de opinião dos nossos leitores, ele será aceito e postado na íntegra.