quarta-feira, 30 de abril de 2014

Por falta de segurança, comerciante é frequentemente assaltado em prédio público em Paraíba do Sul



A falta de segurança em propriedades de utilidade pública está prejudicando pessoas humildes que trabalham o dia inteiro para tirarem seu sustento. No terminal rodoviário localizado na Avenida Ayrton Senna, em frente uma rede de supermercados, existe um camelódromo chamado Fernando Crispim. Todos os dias, por volta das 7h às 19h, ele prepara seu ponto de venda e comercializa guloseimas, biscoitos, petiscos e alguns objetos.
            Segundo Fernando, essa é sua única fonte de renda e a responsável pelo seu sustento há 10 anos. No final do dia, ele guarda todos os seus produtos dentro de um compartimento lacrado e trancafiado, o que, aparentemente, lhe garante a segurança da sua mercadoria. Porém não é bem assim. Em menos de dois meses ele já foi assaltado duas vezes. Na última tentativa, que aconteceu estes dias, os ladrões chegaram a deixar o pé-de-cabra utilizado para arrombar o local onde estava estocado tudo que ele venderia ao longo do mês.
            Crispim é conhecido por todos por vender um pouco de tudo. Além de balas, variados doces, objetos para as donas de casa, biscoitos, chicletes e diversas guloseimas, ele também contribui com os passageiros no auxílio de informação dos horários de ônibus, etc. Atendendo seu próprio pedido, nosso portal pede aos agentes patrimoniais e, em especial, as autoridades que providencie mecanismos para evitar este tipo de problema. No município vizinho de Três Rios, a rodoviária é monitorada 24h por câmeras de segurança.

Redação | Paraíba do Sul AGORA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COLOQUE SEU NOME NO COMENTÁRIO PARA QUE ELE SEJA ACEITO. Antes de ser publicado, seu comentário será lido pela administração do nosso portal para que possamos assegurar que não exista nenhum tipo de palavreado chulo, de baixo calão, denúncia sem prova, críticas desnecessárias ou quaisquer tipo de difamação ou calúnia. Caso seu comentário venha contribuir para a formação de opinião dos nossos leitores, ele será aceito e postado na íntegra.