terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Secretaria de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida é criada para atender 2,4 milhões de idosos


Para atender uma população de aproximadamente 2,4 milhões de idosos, o Governo do Rio acaba de criar a Secretaria de Estado de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida. O objetivo é criar políticas públicas específicas para esta parcela da sociedade que precisa de cuidados diferenciados em diversas áreas. O deputado estadual licenciado Marcus Vinícius (PTB) assumiu a pasta nesta segunda (07/01) e destacou a importância da nova secretaria para o Rio de Janeiro. “O índice de envelhecimento da população brasileira está acima da média mundial. Segundo o IBGE, em dez anos, passamos de 15,5 para 23,5 milhões de pessoas na terceira idade. Em 2011, já havia uma pessoa acima dos 60 anos para cada duas menores de 15 anos. Neste cenário, é claro perceber a necessidade de trabalharmos com muita responsabilidade e carinho diversas ações para nossos idosos”, afirmou Marcus Vinícius.
Segundo o secretário, algumas iniciativas são prioritárias. “Como deputado, já havia aprovado com o governador Sérgio Cabral a indicação para levar as Academias da Terceira Idade (ATIs) para todos os municípios do Estado, apostando no sucesso já observado no município do Rio onde mais de 50 bairros já possuem os equipamentos de ginástica e a estrutura de profissionais adequados. Temos visto ao longo dos anos que o benefício vem não apenas para a saúde física dos idosos, mas também para a saúde mental, para o convívio e a ressocialização. À frente da Secretaria e com o apoio do governador, poderemos levar o projeto aos outros 91 municípios”, explicou Marcus Vinícius, acrescentando que também o combate à violência contra a terceira idade será uma preocupação.
Dados da Secretaria Nacional de Direitos Humanos mostram que, infelizmente, o Rio é vice-líder de violações contra os direitos humanos. E em relação às denúncias contra os idosos houve um aumento de 199% entre 2011 e 2012, quando os casos pularam de cerca de sete mil para mais de 21 mil. Queremos receber essas denúncias, trabalhar em conjunto com as delegacias especializadas e, mais importante ainda, atuar na prevenção das violências sofridas pelos idosos que, por vezes, ocorrem até mesmo dentro de casa por familiares e cuidadores”, destacou Marcus Vinícius. “Temos muito trabalho pela frente e disposição. Quero trabalhar com a construção de casas de convivências no Estado, fiscalizações e muitos projetos que ainda nascerão. A terceira idade do Estado do Rio, a partir de agora, está mais amparada”, frisou o secretário.

OBS: A partir de Fevereiro as notícias vinculadas neste blog serão postadas através do Site www.paraibadosulagora.com.br , que já está no ar.Visite-o!