sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Ceg Gás Rio: o padrasto de Paraíba do Sul



A cessante busca pelo crescimento de Paraíba do Sul faz das instituições públicas e privadas verdadeiras defensoras do avanço social, cultural, educacional, tecnológico e em outros segmentos, que objetivam alavancar o enriquecimento diversificado nos diversos setores.
            Uma cidade moderna é dotada de um comércio diversificado, sistemas de tubulações modernizados, abastecimento diferenciado, alta inclusão sócio-interativa (através dos meios de comunicação e internet), entre outros.
            Paraíba do Sul avançou em muitas áreas, porém algumas ainda relembram características do século passado. O fornecimento do gás natural é um exemplo dessa afirmação.
            Enquanto as grandes e médias cidades se modernizam no fornecimento de gás, nosso município fica para trás, tornando-se, aparentemente, um inimigo da Ceg Gás Rio, que é a principal responsável pelo manilhamento e fornecimento do gás natural que é usado no preparo do alimento do povo fluminense.
            A cidade de Três Rios (RJ) recebeu há pouco mais de um ano esse serviço de fornecimento de gás, onde, através de uma tubulação, esse sistema é utilizado nos fogões da população e nos postos de combustíveis, que abastecem centenas de veículos movidos a gás GNV.
            A cessante busca pelo crescimento de Paraíba do Sul faz das instituições públicas e privadas verdadeiras defensoras do avanço social, cultural, educacional, tecnológico e em outros segmentos, que objetivam alavancar o enriquecimento diversificado nos diversos setores.
            Uma cidade moderna é dotada de um comércio diversificado, sistemas de tubulações modernizados, abastecimento diferenciado, alta inclusão sócio-interativa (através dos meios de comunicação e internet), entre outros.
            Paraíba do Sul avançou em muitas áreas, porém algumas ainda relembram características do século passado. O fornecimento do gás natural é um exemplo dessa afirmação.
            Enquanto as grandes e médias cidades se modernizam no fornecimento de gás, nosso município fica para trás, tornando-se, aparentemente, um inimigo da Ceg Gás Rio, que é a principal responsável pelo manilhamento e fornecimento do gás natural que é usado no preparo do alimento do povo fluminense.
            A cidade de Três Rios (RJ) recebeu há pouco mais de um ano esse serviço de fornecimento de gás, onde, através de uma tubulação, esse sistema é utilizado nos fogões da população e nos postos de combustíveis, que abastecem centenas de veículos movidos a gás GNV.
            Uma cidade que fica a poucos quilômetros da nossa foi beneficiada pela Ceg Gás Rio, mas sua vizinha serviu apenas de trilho para que esse sistema chegasse aos trirrienses.
            A concessionária de gás foi responsável por boa parte da deformação asfáltica da cidade de Paraíba do Sul, pois para que esse bem chegasse a Três Rios era preciso que diversas escavadeiras perfurassem o solo sulparaibano.
            O descaso é tão grande, que, mesmo passando boa parte do sistema de tubulação sob o nosso chão o fornecimento não existe em Paraíba do Sul, que é obrigada a arcar com grandes despesas através do gás em botija.
            Nosso blog esteve visitando a casa da moradora Luciana Simas e de seu esposo Marcos Marcellos, família constituída de quatro pessoas que reside no centro da cidade, no BNH do América, que fez questão de nos mostrar seu gás embutido no próprio fogão e, inclusive, no aquecedor de seu chuveiro. Ela afirmou que paga uma conta mensal de acordo com a quantidade usada e que as despesas são bem menores.
            Além de ocupar o nosso solo, a empresa Ceg Gás Rio não nos oferta uma contrapartida com lucros dos royalties do gás e nem mesmo colaborando com os cofres municipais uma quantia que viesse contribuir para o crescimento sócio-econômico da cidade.
            Esse sistema de gás poderia beneficiar, além de casas, lojas, empresas, supermercados, escolas, padarias, etc. Pedimos a direção da empresa, em nome de toda a população, que se sensibilize com essa real necessidade, gerando o crescimento da cidade.
Pedimos a Câmara de vereador, aos comerciantes, aos empresários, as igrejas e demais templos religiosos e a população em geral que se unam em prol dessa busca. 
Máquinas perfurando solo sulparaibano para passagem do gásoduto

Esta rua tem passagem da tubulação, mas nenhum morador é beneficiado


A tubulação passa em frente ao posto e não tem GNV



Luciana e seu esposo Marcos, moradores do BDH do América
Luciana demonstra sua alegria e satisfação em ter um produto com o preço alinhado ao orçamento da família




Nessa avenida passa a tubulação do gás, mas nenhum comércio é favorecido em Paraíba do Sul





Avenida Bento Gonçalves Pereira, Palhas












Aquecimento com o gás natural




Marcos Marcelus, economia garantida com o gás em sua residencia em Três Rios



Parabéns aos moradores do BNH do América que usurfruem de um gás limpo








Nesta rua em Três Rios tem gás natural para moradores e comerciantes