quarta-feira, 7 de novembro de 2012

SANTUÁRIO BOM JESUS DE MATOSINHOS



Localizado no distrito de Werneck, a ocupação inicial do local foi em meados do século XVIII, com camponeses portugueses oriundos da Vila de Matozinhos, que ali se fixaram na vertente oriental da Serra do Sucupira, abrindo roças de subsistência  com pequenas plantações e algum gado.Devotos do Bom Jesus, por volta de 1773 ergueram no local uma pequena ermida de pau-a-pique, em louvor a Bom Jesus Crucificado. Com a freqüência de fiéis, romarias e pagamento de promessas, é elevada a Curato por volta de 1776. Com a ajuda de Pedro da Costa Lima, o antigo templo serviu ao povoado até 1862, quando foi demolido. No mesmo ano, por iniciativa do Sr. Martinho Álvares da Silva Campos, então proprietário da Fazenda do Matozinhos de Sardoal, foi construída uma capela de maior porte arquitetônico, que possuía altar-mor e dois altares laterais, com imagens belíssimas, especialmente a do Bom Jesus Crucificado. A atual igreja teve sua pedra fundamental lançada em 1953 e foi concluída em 1959, pelo pároco italiano Luigi Raymondo.
A grande romaria acontece, anualmente, no último domingo de agosto, onde os fiéis dão graças e pagam promessas pelos milagres alcançados. No local existe uma “sala dos ex-votos” com testemunhos milagrosos, desde o século XVIII, numa demonstração de devoção ao santo milagroso.