quarta-feira, 11 de julho de 2012

Estado inaugura viaduto no município de Três Rios


Obra vai permitir ligação de bairros antes separados por ferrovia que corta cidade
O vice-governador e coordenador de Infraestrutura, Luiz Fernando Pezão, entregou, nesta quinta-feira, 05 de julho, o Viaduto Antônio Teixeira Pinto em Três Rios, na Região Centro-Sul Fluminense, construído pelo governo do estado sobre a linha férrea que separa vários bairros do centro da cidade. O viaduto recebeu este nome em homenagem da prefeitura a Antônio da Farmácia, um farmacêutico que morreu no ano passado e que era muito querido pela população.
Pezão e o prefeito Vinicius Farah, depois da inauguração num dos lados do viaduto, atravessaram a via acompanhados do secretário estadual de Governo, Wilson Carlos, do presidente da Assembléia Legislativa (Alerj), deputado Paulo Melo, e de moradores até a Avenida Condessa do Rio Novo, do outro lado da linha férrea, onde deram continuidade à solenidade de entrega da obra.
- Fico feliz de voltar a Três Rios para entregar esta obra. Quando fui prefeito de Piraí, que é vizinha daqui, via com tristeza a decadência de Três Rios, que tinha ostentado prosperidade por muito tempo. Felizmente, nos últimos anos constatamos que a cidade ressurgiu mais forte do que antes. Este viaduto é uma obra extraordinária porque simboliza este momento de grande crescimento econômico da cidade - afirmou Pezão.
 O viaduto é considerado pelo prefeito Vinicius Farah a obra mais importante da história de Três Rios por acabar com um problema reclamado pela população há 73 anos: atualmente, segundo os números divulgados pela MRS, concessionária da ferrovia federal que transporta minérios de Minas Gerais para os portos do Rio, são 96 composições que cruzam diariamente a cidade, cada uma com um tempo médio de interdição do tráfego de carros e pessoas de um lado para o outro de sete minutos, perfazendo um total de 11 horas de paralisação diária, o que impossibilita neste período o acesso a serviços de caráter de atendimento urgente.
 - O viaduto não é o mais importante da história da nossa cidade pelo valor da obra em si, mas pela importância na vida do trerriense. Hoje, graças ao governo do estado, esta página está sendo virada na vida de todos nós - exaltou o prefeito.
 O viaduto, que custou R$ 14,7 milhões ao governo do estado, sem contrapartida do município, e feito em onze meses, tem 280 metros de extensão, com nove metros de largura em mão dupla, além de uma passarela para pedestres, tendo nas suas extremidades as ruas Duque de Caxias e Maçonaria. A obra faz parte de um projeto de readequação da infraestrutura urbana desenvolvido pela prefeitura diante do momento de crescimento econômico e social do município. A equipe do Blog parabeniza o executivo municipal por mais esta conquista para a população da cidade de Três Rios e região.

De um lado da linha férrea, ficam os bairros de Jardim Primavera, Monte Castelo, Santa Rosa, Santa Teresinha e Boa União, entre outros, onde funcionam serviços públicos importantes para a população, como o hospital público, o Corpo de Bombeiros, o Batalhão de Polícia Militar, a Delegacia Legal, entre outros, e, do outro lado, está o centro comercial. 
- Essa obra é um exemplo para todas as cidades do interior que são cortadas por uma ferrovia, ainda mais agora que o transporte ferroviário está aumentando cada vez mais no país. É um orgulho para todos nós do governo do estado estar entregando uma obra tão extraordinária como esta e em um tempo recorde – afirmou o vice-governador.

 O governo do estado, por intermédio do programa Somando Forças, também está investindo cerca de R$ 10 milhões em obras de revitalização e construção da Praça Beira-Rio, com a implantação de quadras esportivas, academia ao ar livre e áreas de lazer; na construção de pórticos nas entradas da cidade e de rótulas em diversas ruas; e na recuperação asfáltica da Avenida Araribóia e na Rua Nestor Viana.














Nenhum comentário:

Postar um comentário

COLOQUE SEU NOME NO COMENTÁRIO PARA QUE ELE SEJA ACEITO. Antes de ser publicado, seu comentário será lido pela administração do nosso portal para que possamos assegurar que não exista nenhum tipo de palavreado chulo, de baixo calão, denúncia sem prova, críticas desnecessárias ou quaisquer tipo de difamação ou calúnia. Caso seu comentário venha contribuir para a formação de opinião dos nossos leitores, ele será aceito e postado na íntegra.