segunda-feira, 24 de outubro de 2011

O presidente do Sistema FIRJAN, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, participou nesta sexta-feira (dia 21/10), ao lado do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e do secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, da inauguração da nova Fábrica de Luvas Lemgruber, em Paraíba do Sul, no interior do estado do Rio. O empreendimento, que é resultado de um investimento de R$ 30 milhões, vai permitir que o Brasil se torne, até 2014, autossuficiente na produção de luvas de látex para procedimentos médicos.
        O parque industrial, instalado em um terreno de 53 mil metros quadrados, vai, de acordo com os diretores da Lemgruber, acabar com a importação do material. Hoje praticamente todas as luvas de látex para procedimentos utilizadas no país vêm de países asiáticos, como a Malásia, a Índia e a Tailândia. “Até 2014 estaremos produzindo 1 bilhão de peças (unidades) de luvas de procedimento por ano”, garante o diretor-presidente da indústria, Alexandre Portugal.
        A empresa, que ainda vai construir outros três módulos de produção no terreno, aguarda também autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para começar a produzir luvas cirúrgicas, especialidade pela qual a marca já é conhecida – a Lemgruber, indústria criada em 1939, há 15 anos produz exclusivamente luvas cirúrgicas em um parque fabril em Engenheiro Paulo de Frontin, no interior do Estado do Rio. A previsão é de que em três anos a nova fábrica da Lemgruber esteja produzindo também 96 milhões de pares de luvas cirúrgicas por ano.
          “Essa nova fábrica vem mostrar que temos tecnologia e mão-de-obra qualificada para fazer frente à indústria internacional. Ter a Lemgruber no Estado do Rio e vê-la assegurando ao Brasil a autossuficiência na produção de luvas de látex para procedimentos médicos nos dá ainda mais força para continuarmos o trabalho em busca de condições cada vez melhores para os empreendimentos em território fluminense”, comemorou o presidente da FIRJAN, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira.
        O ministro Alexandre Padilha também celebrou. “O SUS interna mais de um milhão de pessoas por mês. Para se ter uma ideia da importância das luvas nesse processo basta pensar que levamos em conta o número de unidades utilizadas em praticamente todos os nossos cálculos, tanto de custos quanto de qualidade dos hospitais”, afirmou.
        Ao lado do prefeito de Paraíba do Sul, Gilberto Leal, o secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, também destacou a independência nacional na produção das luvas. “Só temos o que comemorar. A Lemgruber chega para colocar, mais uma vez, o Estado do Rio em posição de destaque”. O prefeito Gilberto Leal garantiu que o crescimento da cidade passa necessariamente pelo crescimento da Lemgruber. “Estamos trabalhando para mostrar que podemos atrair outros empreendimentos desse porte”, avisou.
        De acordo com dados da diretoria da Lemgruber, apenas com o primeiro módulo concluído a fábrica gera 700 empregos diretos. Até 2014, a previsão é de abertura de mais 1.300 postos de trabalho, totalizando 2 mil empregos diretos e mais de 10 mil indiretos em toda a região. Interessados em buscar vagas na empresa devem encaminhar currículos diretamente à unidade de Paraíba do Sul (na Avenida Irmãos Spino, 536, Bairro Cerâmica, em Paraíba do Sul) ou preencher formulário específico no site www.lemgruber.com.br.   
Logo após a cerimônia de inauguração as autoridades presentes dirigiram-se a uma visita ao Hospital HTO Dona Lindu, onde era esperados por dirigentes e funcionários e internos. 











































































Nenhum comentário:

Postar um comentário

COLOQUE SEU NOME NO COMENTÁRIO PARA QUE ELE SEJA ACEITO. Antes de ser publicado, seu comentário será lido pela administração do nosso portal para que possamos assegurar que não exista nenhum tipo de palavreado chulo, de baixo calão, denúncia sem prova, críticas desnecessárias ou quaisquer tipo de difamação ou calúnia. Caso seu comentário venha contribuir para a formação de opinião dos nossos leitores, ele será aceito e postado na íntegra.